sexta-feira, 27 de outubro de 2017

#Renúncia


Até que ponto estamos dispostos a renunciar por Deus? Durante muito tempo tentei fugir e me desviar daquilo que Deus tinha para mim, não conseguia corresponder e me entregar por completo, tudo que eu fazia pelo reino era de forma parcial. Na realidade talvez porque tudo que eu vivia, como vivia era cômodo, a zona de conforma é um lugar muito aconchegante e bom de se estar. Hoje entendo que o motivo era muito maior, eu não estava totalmente disposto a renunciar os pecados cotidianos que me cercavam, pecados esses que me assombravam e me controlavam, na verdade me achava incapaz de vencê-los, diariamente eles eram soprados em minha mente “isso não tem nada ver”, durante muito tempo essa foi minha realidade. Quando decidimos viver aquilo que Deus tem para nós, nossa vida se torna ainda mais pública, esse era o meu maior medo. Até porque eu queria fazer a vontade de Deus mais não queria deixar de fazer as minhas coisas. Te digo uma coisa “ou você é completamente Dele ou não é”. 

O momento de decidir viver tudo aquilo que Deus tinha para mim chegou, confesso que não foi fácil, afinal o pecado é bom e atrativo aos nossos olhos, mais eu sabia que para viver coisas maiores em Deus eu precisaria renunciar, não digo apenas o pecado, mais coisas que ocupavam seu lugar em meu coração e muitas delas lícitas. O momento mais transformador de minha vida foi quando “eu decidi dizer sim”. Quero dizer algo caro (a) leitor (a) “você só terá mais de Deus quando Ele tiver mais de você”... Estou falando de entrega total, precisamos corresponder aquilo que ele está liberando sobre nós. Eu decidi corresponder, desde então tenho vivido em dias o que talvez eu viveria em anos. Hoje entendo que tudo o que eu preciso está Nele.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Diego Herreira
Maira Gall